A origem e significado do Kilim


Kilim é uma palavra de origem turca que significa 'dupla face'. Ao contrário dos tapetes, os kilins não possuem pêlos, porque na sua confecção ao invés dos nós, são dadas laçadas por entre os fios da urdidura como se fosse um bordado.

Kilim Iraniano
Eles são tecidos ha centenas de anos, fazendo com que atingissem uma perfeição em qualidade e harmonia em cores. Pensa-se que a sua origem possa remontar a 8 000 a.C e até relativamente pouco tempo não era fabricados com intuito comercial e conservaram a sua autenticidade, ligada às memórias e identidade de povos sedentários, nômades e semi-nômades. Provavelmente o berço dessa arte situa-se na Mesopotâmia e se expandiu para os oásis da Ásia Central e oriental através do nomadismo pastoral.

Kilim Turko
Cada kilim tem sua história, seu estilo e sua cultura. Podemos destacar a diferença entre os kilins turcos com os indianos, isto porque os kilins turcos não possuem desenhos de animais e figuras humanas, eles seguem as leis do Alcorão, que não permite tal prática. Porém nos kilins indianos já encontramos figuras humanas e desenhos de animais estilizados, além de figuras geométricas.

Kilim indiano
Hoje em dia o kilim é tecido por povos nômades em vários países do oriente, onde os principais são a Turquia, Irã, Rússia, China, Paquistão, Marrocos e Índia. Novos tempos trouxeram novas técnicas, tramas e formatos de kilins, mas mesmo com esta expansão de variedades e estilos eles continuam mantendo o charme, beleza e cultura que sua história carrega.

Fonte: www.bykamy.com, www.business-with-turkey.com

Acesse nossa loja virtual
www.sacariasantoandre.com.br
ou pelo nosso e-mail 
vendas@sacariasantoandre.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário